Blog BabyLo
pais ausentes
Colunistas

Somos Todos Pais Ausentes

Você está aqui, lendo, olhos vidrados e pronto para procurar alguma outra coisa nesta tela. O que você está procurando? Algo interessante no Google? Alguma novidade no Facebook? Mais curtidas no Instagram? O e-mail urgente do chefe?
A tecnologia te trouxe tantas satisfações, tantos aplicativos que juram mudar sua vida, tanto conteúdo, tanta coisa que você procura e acha. Fácil, você procura, você quer, você acha.

Smartphone virou o gênio da lâmpada mágica, que maravilha ter algo ou alguém que segue tudo que pedimos, nos atende conforme nossos desejos.
Enquanto isso a sua volta tem gente, gente fala, que pensa que sente. Difícil hein! Tão mais pratico ouvir quando se quer e responder quando se tem vontade. E os emojis hein? Nossa que invenção do século, uma expressão artificial já diz tudo.
Que ilusão, que triste ilusão. No meio desse faz de conta cibernético em que nos escondemos por traz das telas, feito crianças assustadas com a realidade que tem cara de bicho papão, estamos criando crianças, estamos criando nossos filhos.
Quantas vezes você preferiu se atualizar nas redes sociais ao invés de se sentar no chão e brincar com seu filho, ou simplesmente observar o que ele está fazendo?
Somos pais ausentes hoje em dia, e não é necessário estar em outra casa, cidade ou país para ter o status de ausente. Basta um celular, um 3g ou um wifi e todo pai e mãe é um ausente em potencial. Como se ficássemos invisíveis para os nossos filhos, cada vez que nos concentramos nessas pequenas telas.
Porque não importa em qual geração nasceram, se existem carros voando no céu, ou robôs andando pela casa. Nossos filhos querem cheiros e abraços, carinhos e conversas, olho no olho e atenção.
Pense bem, o que você está procurando aqui? Talvez seja muito importante, talvez seja imprescindível que você faça agora nesse exato momento, ou talvez não.
E se não for tão importante, urgente, ou inegociável, o que você está procurando por aqui não faz o menor sentido, perto do sentido que seu filho dá ao mundo que o cerca.
Dê o seu presente ao seu filho, e todo resto deixa pra depois, porque depois eles crescem, e você não vai poder voltar atrás.
Texto:
colunista alessandra
Beijos e boas reflexões…
:*

3 comments

  1. Uallll que pancada de realidade seu texto!!! Isso acontece com tanta frequencia, que fazemos sem nem mesmo perceber!!!! Nossos filhos precisam da nossa cia, sempre! A internet, compromissos e redes sociais não podem ser mais importantes que os filhos!!!! Bjos

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *