Blog BabyLo
saude conjugal
Mãe & Mulher

Saúde conjugal após o primeiro filho. Como anda a sua?

Alguns casais escolhem ter um bebê para celebrar a sua estabilidade ou para fortalecer seu relacionamento. Eles pensam que um bebê os aproximará, e que a vida após o parto será um momento de ternura, intimidade e maturidade. No entanto, ter um bebê é uma experiência estressante que desafia mesmo os melhores relacionamentos.

Os pais de primeira viagem enfrentam mudanças na função, ajustes de estilo de vida e dificuldades financeiras. Os pais experientes têm demandas adicionais de seus filhos anteriores. Mais casais nos dias de hoje estão buscando conselhos de relacionamento depois de ter um bebê do que nunca. Isso não significa necessariamente que os estresses são maiores agora do que nos anos anteriores, mas sim que mais casais estão reconhecendo quando precisam de ajuda.

Mães e pais respondem e se ajustam para o recém-nascido de diferentes maneiras. Os mal-entendidos e os conflitos podem afetar o relacionamento como resultado. As mudanças de papel, os ajustes de estilo de vida e as dificuldades financeiras podem aumentar os problemas.

saude conjugal

A PRESSÃO SOBRE OS RELACIONAMENTOS

 

Tornar-se pai e mãe muitas vezes coloca uma pressão sobre os relacionamentos, independentemente do que eram antes. Parte do problema é que você está cansado e tem muito menos tempo para gastar com seu parceiro do que você fez antes do bebê chegar.

É muito mais difícil sair juntos e aproveitar as coisas que você fazia. Seu parceiro pode se sentir excluído, e você pode se ressentir do que vê como falta de apoio.

Mas tal situação – quando bebês e crianças ocupam toda a sua energia física e emocional –  não dura para sempre. Faça tempo um para o outro quando puder. Faça pequenas coisas para se sentir satisfeitas e incluídas.

Se você está tendo seu primeiro bebê, você pode se sentir solitário e cortar sua vida antiga. Seu parceiro não pode lhe dar tudo o que você usou para trabalhar e amigos. Você precisa de outras pessoas em sua vida por apoio, amizade e um ombro para chorar. Aproveite para ouvir o seu parceiro.

Por mais perto que estivesse antes do nascimento do bebê, seu parceiro não pode ler sua mente. Ambas as suas vidas estão mudando, e você tem que falar sobre isso. Você e seu parceiro precisam contar um ao outro o que quiser e o que o incomoda se você estiver ressentido, irritado ou chateado.

Seja sincero sobre o que você precisa: você precisa de um abraço ou se sentir compreendido? Pergunte a um amigo ou parente de babá para que você possa ter tempo juntos, mesmo que seja apenas para uma caminhada no parque.

Compartilhe o trabalho doméstico para que você possa ter mais tempo juntos. Compartilhe também os deveres de assistência à infância. É importante falar sobre como você deseja criar seus filhos. Você pode achar que você não concorda com questões básicas como disciplina e atitudes. Encontre uma maneira de lidar com essas questões sem discordar na frente do seu filho.

Se você acha que seu relacionamento está em perigo de quebrar, não tenha vergonha de procurar ajuda.

SEXO E AMOR APÓS A GRAVIDEZ

 

Passar o tempo de malabarismo com o cuidado do bebê, amamentação e tarefas domésticas (e encontrar amigos de novas mamães de mentalidade semelhante) pode significar que seu parceiro vem em última análise na sua lista de tarefas. Mas é importante fazer o esforço para encontrar um tempo para o seu parceiro – afinal, ficar conectado com seu parceiro é tão importante quanto a ligação com o seu bebê.

Sua melhor aposta para enfrentar os desafios do seu relacionamento? Experimente algo novo e ache o que funciona para você. Talvez você tenha que cancelar as noites do casal por um tempo (pense em levar e DVDs em vez de um restaurante e uma sala de cinema) ou dividir uma boa conversa com o seu parceiro durante uma xícara de café no início do dia, em vez de jantar demais (quando o bebê é particularmente espalhafatoso).

Apenas não se surpreenda se os sintomas pós-parto, como a fadiga, os seios doloridos e a dor nas costas, impeçam que o seu desejo por algo mais íntimo se firme. Não é incomum que as novas mães se recusem ao pensamento de sexo após a gravidez. Mas não desista – há maneiras de facilitar de novo o sexo que ajudará (ambos) a recuperar esse tempo perdido.

Relacionamentos com familiares e amigos

 

Trazer um bebê para a sua vida muda seus relacionamentos com familiares e amigos, seja parte de um casal ou de solteira.

A situação de todos é diferente. Por exemplo, algumas mães sentem que suas próprias mães estão assumindo, enquanto outras se ressentem do fato de suas mães não as ajudar mais. É melhor ter claro sobre o tipo de ajuda que você deseja, em vez de acompanhar o que é oferecido e sentir ressentimento.

Seus parentes também estão se acostumando com um relacionamento completamente novo com você. Eles não saberão o que fazer para o melhor, a menos que você diga.

Você pode achar que seus velhos amigos vão se distanciar, ou eles parecem esperar que você desista de tudo e saia pela noite. Isso dificulta o acompanhamento dos amigos, mas explique-lhes como sua vida mudou. Eles podem não entender as mudanças que você está passando.

Mantenha contato e mantenha algum espaço para eles em sua vida, pois o apoio de amigos pode ser realmente valioso.

10X MAIS COLORIDO! Mês das crianças 10x mais colorido
Pagamentos em até 10x sem juros* em toda Lojinha Online. Aproveite! Validade: 8/10

Espero que tenham curtido as dicas, e que o relacionamento de vocês apesar de todas as atribuições continue forte.

Beijos, :*

assinatura

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *