Blog BabyLo
primeira vez
Nosso Bebê

A Primeira Vez que Meu Coração se Despedaçou

Oi galera, tudo bem? Meu filhote até os quatro meses não tinha tido nem uma febrezinha depois das vacinas, nada, sempre faceiro e saudável. Foi quando em dezembro o nosso coração se despedaçou e o babyLo pela primeira vez ficava doente.

Começou com uma febre de 38° graus que com um banho morninho foi embora, horas mais tarde ela voltou mais alta, batia os 39. Dei remédio falei com a pediatra e a princípio estava tudo sob controle. Meio-noite fomos deitar, peguei ele no colo para ninar e dormir, quando o coloquei no berço senti que ele começou a ficar bem agitado, meio que se tremendo. O peguei novamente coloquei na minha cama e ele todo encolhidinho tremia e gemia, ficamos apavorados. Tentei contato novamente com a pediatra que me mandou para a emergência do hospital correndo.

Chegamos lá apavorados, entrei para atendimento e ele estava com 40,5° de febre 🙁 e o enfermeiro disse que mais um pouco entraria em convulsão. Minhas pernas bambiaram, mas tendo que ser forte tiramos a roupinha dele para um banho morno. O pavor é imenso, mas vamos lá, fazer exames se medicar e ir embora…doce pensamento.

Primeira vez: Era apenas o início de uma jornada torturosa

Os primeiros resultados de exames chegam e estão com indícios de infecção urinária, mas como? da onde? ninguém sabia dizer. Pedem mais exames. E exame de urina em meninos são muito ruins, pois, ou eles faziam por sonda (colocando um caninho fininho dentro do pintinho dele) ou por pulsão (uma agulha entra na bexiga e puxa o xixi). Sério, não sei o que era pior, a situação estava cada vez mais crítica. Os enfermeiros acabaram fazendo dos dois jeitos, pois ele não estava com xixi suficiente 🙁 e ai vemos que o choro desesperado de dor do nosso filho te corta inteira por dentro em milésimos de segundo.

Passadas horas, fomos informados de que nosso babyLo de apenas 4 meses teria que ficar baixado por até sete dias tomando medicações. Logo pensei: “isso é péssimo, mas ok, o pior já passou”. Fomos para um quarto da emergência para aguardar a baixa, nesse momento que o meu mundo desabou. Colocaram o medicamento nele, e ele começou a ter uma bacteremia, e isso eu posso dizer que é a coisa mais assustadora que uma mãe pode presenciar na vida.

Ele ficou roxinho, tremendo, os médicos correndo colocando respirador, mexendo na medicação… esses foram os cinco minutos mais longos da vida. Enfim ele voltou e melhorou. Me culpei bastante no início, achando que eu teria feito algo errado, que eu não teria cuidado dele como deveria. Que se eu tivesse sido melhor mãe aquilo não teria acontecido. Mas graças a Deus com o passar dos dias tu vê que não tem culpa, que acontece e é até mais comum do que imaginamos.

A primeira vez que torcemos para que seja a última

Passamos sete dias aprendendo sobre infecção urinária em bebês, ele até hoje está tomando antibiótico, fará mais uma vez o exame por sonda e se Deus quiser não terá sido nada além de uma pequena infecção.

IMG_2851

10X MAIS COLORIDO! Mês das crianças 10x mais colorido
Pagamentos em até 10x sem juros* em toda Lojinha Online. Aproveite! Validade: 8/10

Coisas que a gente aprende? Que somos mais fortes do que imaginamos. Que eles são anjinhos frágeis e ao mesmo tempo muito valentes. Que sete dias é tempo pra caramba dentro de um hospital.

beijos, até mais.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *